BATERIA PARA CARRO

EM BLUMENAU
Entregamos sua Bateria 

Em até 50 Minutos 

 

24h

 

 

 

Quando trocar bateria do carro

As baterias estão ficando cada vez mais importantes nos carros por conta do número de equipamentos eletrônicos embarcados: radares, sensores, diversos sistemas de monitoramento, telas multimídias, e assim por diante.

A bateria tem vida útil e muitas vezes o motorista não se dá conta disso e acaba tendo problemas. É fundamental olhar o que está indicado no manual do proprietário. Emerson Feliciano, superintendente técnico do Centro de Experimentação e Segurança Viária (CESVI) conta que o máximo que uma bateria suporta são três anos: "As baterias, mesmo que originais (vem com o veículo) tem a vida útil de dois ou três anos. Contudo, algumas podem durar mais ou menos tempo, dependendo exclusivamente da rotina e uso do carro".

Cuidados

Mas prolongar a vida útil é possível se tomarmos alguns cuidados com a bateria. Segundo o especialista, “carros que ficam parados por muito tempo tendem a esgotar a bateria com mais facilidade. Por isso, é indicado que seja dada partida nele a cada 15 dias, e deixe-o funcionando por uns 5 minutos, a fim de dar uma carga adicional e movimentar o conjunto mecânico".

Outra ação que aumenta o consumo da bateria é a instalação de alarmes (não originais de fábrica) que esgotam rapidamente a vida útil da bateria. Por isso, antes de acrescentar qualquer item eletrônico no veículo certifique-se de que não irá trazer prejuízos a médio e longo prazo.

Por fim, o especialista lembra que o condutor deve estar atento a luz de aquecimento do motor no painel. "Outra dica para os motoristas preservarem a bateria é manter o reservatório de partida a frio, sempre cheio e abastecido com gasolina premium, já que ela tem um prazo de validade de aproximadamente 12 meses, enquanto a convencional vence em apenas três meses. Essa medida diminui o desgaste da bateria ao ligar o veículo, principalmente em dias frios", comenta.

Trocando a bateria

Fazer a substituição é fácil e rápido, mas exige cuidados, principalmente por se tratar de um item de alta tensão. Inicialmente, é indicado que o motorista procure o auxílio de um mecânico especializado para realizar essa substituição ou até mesmo acione o seguro para ter garantias de que a bateria será colocada corretamente. Contudo, se não houver nenhuma dessas duas possibilidades, o CESVI Brasil reuniu um passo a passo sobre como trocar a bateria:

  1. O primeiro passo para a troca é soltar o sistema de fixação da bateria com a carroceria do veículo. É importante lembrar que itens como códigos de programação de rádio e relógio podem ser desconfigurados ao retirar o equipamento.
  2. Para evitar surpresas desagradáveis, verifique o lado da polaridade da bateria. O símbolo positivo "+" e negativo "-" indicam a polaridade da bateria que deve ser verificada para encaixe correto dos cabos.
  3. Na hora de retirar a bateria, desconecte primeiro o pólo NEGATIVO (-), para então desconectar o pólo positivo (+).
  4. Com a nova bateria em mãos, retire a embalagem plástica e atente-se para não inverter os pólos na hora da instalação. A inversão pode causar danos irreparáveis no módulo eletrônico de injeção.
  5. Primeiro ligue o pólo POSITIVO (+) e por último conecte o pólo negativo (-). Desta forma, você evitará um curto circuito entre a ferramenta e a carroceria do veículo. Com a ligação feita, prenda-a com o sistema de fixação original do veículo.